quinta-feira, julho 21, 2011


Era exatamente 21:54



   Ela olhava no relógio, marcava exatamente 21:54, numa noite gelada de quinta-feira, no computador, o nome dele a cegava por completo, para si, era como uma tortura vê-lo ali tão perto e ao mesmo tempo tão distante.
   Eles haviam rompido por completo alguns dias atrás e o começo da sua vida de solteira havia sido o melhor de tudo, mas as coisas começaram a piorar, ela já não sabia por onde andava e muito menos o que estava fazendo com a sua vida, começou a cometer as piores loucuras ja ouvidas por alguém, ria das coisas mais macabras e sentimentos bons ja não faziam parte do seu ser.
O que restava em si eram apenas lembranças de uma garota que um dia chegou a amar mas se machucou tanto que desistiu de sua doçura, agora, ela abria a janela do messenger e ele ainda estava ali, como se estivesse esperando um oi ou algo mais sentimental, mas a garota sabia que não seria respondida pois no fundo, ambos eram orgulhosos demais para conversarem sobre relacionamentos passados.
   O pior é que a vontade de beijá-lo havia reaparecido hoje, hoje em especial ela queria senti-lo como nunca havia sentido ninguém a tocando, sua mente e seu coração chamavam por ele como nunca, mas ela não iria admitir que ainda o queria, pensou consigo mesma que o melhor a fazer era se distrair, escrever, inventar, sair!
   Abriu a janela que continha o nome do dono da sua mente, observou por alguns minutos enquanto viajava em pensamentos passados, ela o queria, mais do que nunca ela o desejava, seu orgulho estava ferido pois sabia que havia perdido mais uma vez para aquele que se intitula coração!

0

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t